GLOSSÁRIO

Na medida em que serão utilizados termos e expressões hebraicas, nos estudos colocados neste site, a lista que se segue, tem o propósito de auxiliar e facilitar a compreensão dos textos por parte dos visitantes, bem como familiarizá-los com os termos utilizados:

Abba – Pai

Avraham – Abraão.

Amén- Acrónimo de “El Melech Neeman”, que significa DEUS-REI-FIEL, Ou seja, as orações terminam normalmente com essa expressão, porque sabemos que Deus será fiel à sua palavra, e cumprirá a promessa de que suprirá as necessidades daqueles que o buscam.

Baruch HaShem – Bendito seja o Seu Nome. Lê-se: Barurrá-shém.

Beit haMikdash – Templo

Ben- “Filho de”

Brit hadashá – Nova Aliança, conhecida actualmente por “Novo Testamento”.

Chag haMatzah – Festa dos Pães Ázimos.

Elohim – palavra hebraica para se referir à divindade, e à hoste angelical. Lê-se: Elôrriimm. Esse termo é atribuído também a Moisés, aos Juízes, e aos profetas, na medida em que eles representavam o Eterno, na sua relação com os homens. Jo. 10:34-36
No entanto, a palavra “Elohim”, enquandra-se mais do que a qualquer um dos citados, na pessoa de Yeshua, Todos os salvos, após a ressureição serão também elohim, que se submeterão ao Verdadeiro Elohim, provedor da vida (Mat. 22:30).

Emunah– Fé.

Goyim – Gentio, pessoa não Israelita.

Hamelech – Rei.

haShem – Significa “O Nome”, esta palavra é muitas vezes usada no lugar do tetragrama YHWH, para se referir ao Eterno.

haSatan – Satanás, que significa “adversário”.

Hoshea- Óseias

Mashiach- Messias, que significa “ungido”.

Moed- Tempo apontado/determinado, Solenidade, no plural: moedim.

Olam habá– Mundo vindouro (Novos céus e nova terra).

Pêssach- Literalmente significa “passagem” em alusão à passagem do “Anjo de YHWH” sobre a terra do Egito, sem ferir aqueles que tinham sobre as suas portas o sangue do cordeiro, mas é a solenidade que hoje conhecemos por “Páscoa”. Lê-se “Pêssarr”

Peshitta– É o nome da versão do Novo Testamento escrita em aramaico. (Os autores deste site consideram que os escritos apostólicos foram originalmente escritos nas linguas semitas, ao contrário daquilo que a maioria do Cristianismo alega, que defende que os manuscritos originais estão escritos em grego.)

Septuaginta– É o nome da versão da Bíblia hebraica traduzida para o grego. Foi traduzida em etapas entre o terceiro e o primeiro século a.C. em Alexandria. Foi dado o nome de septuaginta (palavra latina que significa setenta, ou ainda LXX), porque foram setenta e dois rabinos (seis de cada uma das doze tribos), que trabalharam na sua tradução. A Septuaginta, desde o século I, é a versão clássica da Bíblia hebraica para os cristãos de língua grega. E foi usada como base para diversas traduções da Bíblia. De tantas outras, esta é a mais antiga tradução da bíblia hebraica para o grego.

Shabbat- Sábado, no plural: Shabbatot.

Shalom- Paz.

Shavuot – Festa das Semanas / Pentecostes

Shemini Atzêret- O Oitavo Grande dia

Shlomo – Salomão.

Sukkot – Festa das Cabanas / Tabernáculos

Talmid – Discípulo.

Tanach – Tanach é um acrónimo utilizado no vocabulário judaico, como referência aquele que conhecemos hoje por Antigo Testamento.
O Tanach é composto pela Torah (Génesis; Êxodo; Levítico; Números e Deuteronómio); pelos Neviim – Profetas (Josué; Juízes; 1ª e 2ª Samuel; 1ª e 2ª Reis; Isaías; Jeremias; Ezequiel; Oséias; Naum; Joel; Habacuque; Amós; Sofonias; Obadias; Ageu; Jonas; Miquéias; Zacarias e Malaquias); e pelos Ketuvim – Escritos (Salmos; Provérbios; Job; Cantares; Rute, Lamentações; Eclesiastes; Daniel; Esdras; Neemias; Crónicas).

Teshuvá – Retorno / Conversão

Torah / Torá – Literalmente significa “instrução”, a Lei que o Eterno deu a Moisés, resumida nas pedras, e aprofundada nos rolos escritos por Moisés, conhecidos hoje por “Pentateuco”, os cinco primeiros livros da Bíblia. Toda a Torah é dada por Deus a Moisés (Malaquias 4:4), logo não são mandamentos de homens.

Yaacov – Jacob.

Yehudá – Judá.

Yeshua – O verdadeiro nome do Messias de Israel, que ficou conhecido como Jesus no mundo ocidental.

Yisrael – Israel.

Yitzach – Isaque.

Yochanan – João.

Yom Habikurim – Dia das Prímicias.

Yossef – José.

YHWH – Tetragrama do Nome do Todo-Poderoso, Criador dos céus e da terra.

Yom Kippur – Dia do perdão / Expiação.

Yom Teruah – Dia das Trombetas / Sopro/ Aclamação/ Grito.

Chutzpah – Bragança arrogância, coragem, presunção ou galo. Normalmente, um traço positivo.

Kippah – Esse pequeno chapéu que os homens judeus (e às vezes as mulheres) usam em suas cabeças. Também chamado de yarmulke.

Kosher – Corrigido, apropriado ou está bem. Normalmente, refere-se a alimentos que estão em conformidade com as leis de Kashrut. Oposto é bandejaf.

L’chayim -Literalmente “Para a vida! “Disse como” Cheers! “Ao beber um brinde.

Mazel Tov – Boa sorte! Normalmente, disse no final de um casamento ou quando respondeu às boas notícias.

Shalom -Olá, adeus ou paz.

Tikkun olam – A cura do mundo; um tema central nos ensinamentos judaicos. Pode se referir à paz mundial, à justiça social ou ao reparo místico do universo.

Torah – Os primeiros cinco livros da Bíblia hebraica, escritos à mão em um pergaminho. Também se refere ao Caminho Judaico, incluindo leis e costumes da lei escrita e oral.

Yeshivat Shuvu Yeshivat – Seminário para ensino judaico, Shuvu – Retorno.
Yeshivat Shuvu – se trata de um seminário judaico cujo ensino é feito por rabinos judeus, que ensina o Evangelho com bases no judaísmo.
É um curso – Para aqueles que estão prontos para serem discipulados por um rabino judeu messiânico. Yeshivat Shuvu é uma yeshiva (um seminário) – uma instituição judaica que se concentra no estudo de textos religiosos tradicionais, principalmente o Talmud e a Torá.
Para o Curso de teologia “Yeshivat Shuvu”, a Torá inclui toda a Bíblia, Tanak e Escritos Apostólicos.

×

Powered by WhatsApp Chat

× Como posso te ajudar?