A Igreja do Sinai

Ecclesia  é uma palavra grega que significa: assembleia.
עֵדָה (Eda) é uma palavra hebraica que significa: assembleia.
Ou seja : Ecclesia = עֵדָה (Eda) = assembleia = Igreja

Igreja do Sinai

Ecclesia  ἐκκλησίᾳ , é uma palavra grega que significa: assembléia ou igreja.

A palavra eda (  עֵדָה ) é uma palavra hebraica que significa congregação, igreja. 

Karalקָּהָל  ) é uma palavra hebraica que significa: assembléia ou igreja 

Abaixo estão os versículos onde, pela primeira vez, aparecem as palavras hebraicas que significam igreja:  
Falai a toda congregação de Israel, dizendo: aos dez deste mês, cada um tomará para si um cordeiro, segundo a casa dos pais, um cordeiro para cada família. 

דַּבְּר֗וּ אֶֽל־כָּל־עֲדַ֤ת יִשְׂרָאֵל֙ לֵאמֹ֔ר בֶּעָשֹׂ֖ר לַחֹ֣דֶשׁ הַזֶּ֑ה וְיִקְח֣וּ לָהֶ֗ם אִ֛ישׁ שֶׂ֥ה לְבֵית־אָבֹ֖ת שֶׂ֥ה לַבָּֽיִת׃

Êxodo 12:3

וַיַּקְהֵ֣ל מֹשֶׁ֗ה אֶֽת־כָּל־עֲדַ֛ת בְּנֵ֥י יִשְׂרָאֵ֖ל וַיֹּ֣אמֶר אֲלֵהֶ֑ם אֵ֚לֶּה הַדְּבָרִ֔ים אֲשֶׁר־צִוָּ֥ה יְהוָ֖ה לַעֲשֹׂ֥ת אֹתָֽם׃

Êxodo 35:1

O  Novo Testamento também coloca claramente que  a Ecclesia  ἐκκλησίᾳ, ou seja a igreja קָּהָל  , estava reunida para no monte Sinai juntamente com Moisés para receber as palavras vivas de Deus. Vejamos:

Este é o que esteve entre a congregação ἐκκλησίᾳ   no deserto, com o anjo que lhe falava no monte Sinai, e com nossos pais, o qual recebeu as palavras de vida para no-las dar.  Atos 7: 38  
Leiamos esse mesmo texto em Hebraico: 

הוּא אֲשֶׁר הָיָה בַקָּהָל בַּמִדְבָּר עִם־הַמַּלְאָךְ הַדּׂבֵר אֵלָיו בְּהַר סִינַי וְעִם־אֲבוֹתֵינוּ וַאֲשֶׁר קִבֵּל דְּבָרִים חַיִּים לָתֵת לָנוּ

 

A palavra Igreja aparece 149 vezes no Velho Testamento!!

Mas como isso pode ser? A maioria de nós aprendeu que a Igreja é algo que se iniciou com Jesus e seus discípulos.

A palavra Igreja, como a conhecemos hoje, está ligada à ideia de Cristianismo, não ao judaísmo.  

A linguagem é algo vivo e dinâmico. Sim, hoje em dia a palavra Igreja está ligada aos seguidores de Jesus, mas, a grande questão é: como Jesus usou a palavra Igreja? Será que ele tinha em mente algo cristão, ou ele usou a palavra no contexto judaico ( o único existente na época).

É claro que ele usou o termo no sentido da Tora. É claro que ele usou a palavra dentro do entendimento da época, se assim não fosse, como seus ouvintes iriam entendê-lo? 

     
     

Embora as palavras עדה Eda, Karal  e Ecclesia tenham o mesmo significado, quando lemos o Antigo Testamento (Hebraico) e o Novo Testamento (Grego), não vemos essa palavra sendo traduzida como sinônimas e temos a impressão de se tratar de dois conceitos distintos. No Antigo Testamento em português a palavra Igreja nunca aparece, isso nos dá a impressão de que Igreja é algo apenas do Novo Testamento. Essa percepção errônea se perpetua através desse problema de tradução.  

Somos induzidos a pensar que a palavra IGREJA, que aparece na nossa tradução no Novo Testamento só veio a existir depois da vinda de Jesus.

Agora vamos analisar outro aspecto:

Jesus fala sobre Igreja (עדה Eda), somente duas vezes:

Mateus 16
18 “Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do hades não prevalecerão contra ela;”

Mateus 18
15 “Ora, se teu irmão pecar, vai, e repreende-o entre ti e ele só; se te ouvir, terás ganho teu irmão; 16 mas se não te ouvir, leva ainda contigo um ou dois, para que pela boca de duas ou três testemunhas toda palavra seja confirmada.

17 Se recusar ouvi-los, dize-o à igreja; e, se também recusar ouvir a igreja, considera-o como gentio e publicano.”

Como Jesus poderia instruir alguém a levar um irmão em pecado até a Igreja sendo a Igreja, assim como a entendemos hoje, não existia? 

A lógica nos leva a concluir que ele estava se referindo a um conceito muito bem conhecido. Como poderia Jesus ter fundado algo sem nem ao menos explicar aos seus discípulos o que ele estava fundando e como funcionaria?

Porque ninguém perguntou a Jesus onde deveria levar o irmão em pecado? Porque ninguém perguntou o que significava igreja? Se a Igreja houvesse sido inaugurada tão somente após a ressurreição de Jesus ele não poderia ter dado tal instrução.

Igreja era um conceito judaico conhecido por todos, afinal de contas, desde Moisés, todos estavam familiarizados com esse conceito.

O problema é que lemos a bíblia de forma anacrônica, ou seja, usamos nosso conceito de Igreja do século 21 para tentar entender o texto bíblico. 

O que normalmente percebemos como Igreja, não se refere ao que Jesus disse quando usou essa palavra.

Muitos dizem: Jesus criou a sua Igreja. Sim, é verdade, entretanto ele não a criou há dois mil anos atrás, mas criou há 5 mil anos atrás. A Igreja foi inaugurada aos pés do Monte Sinai!

Mas, como foi que esse conceito básico ficou escondido? Porque não vimos isso antes?
Os manuscritos antigos usados para traduzir a Bíblia para as diversas línguas eram em Hebraico no caso do Antigo Testamento e em Grego no caso do Novo Testamento. Como essas traduções foram feitas por grupos diferentes em tempos diferentes, houve essa confusão.

A palavra עדה  eda aparece 149 vezes no Velho Testamento.

Quer dizer, que a palavra Igreja aparece 149 vezes no Velho Testamento!

Quando a Septuaginta foi traduzida para o Grego, os judeus que falavam grego usaram a palavra ecclesia  para traduzir o conceito de עדה  eda e de  קָּהָל  karal 

Traduzir o mesmo conceito partindo de duas línguas diferentes acabou por produzir duas palavras diferentes para a mesma realidade:

Usou-se a palavra congregação ou assembleia no Antigo Testamento e usou-se a palavra Igreja no Novo Testamento.

Igreja/ecclesia/ἐκκλησίᾳ /עדה/eda/ קָּהָל /karal) são sinônimas em línguas diferentes. A realidade ficou escondida por trás das traduções.

Nas duas únicas vezes que Jesus falou sobre a Igreja, ele não estava se referindo a algo novo que iria ser inaugurado, mas a algo MUITO antigo e muito conhecido. Algo relacionado ao nascimento do povo de Israel como uma comunidade que tinha um pacto, uma aliança com Deus.

Antes de saírem do Egito, existiam famílias de 12 tribos que viviam juntas e um grupo de pessoas que também quiseram fugir do Egito e que andavam com essas famílias. Á partir do pacto do Sinai, á partir do momento em que essas famílias passam a ter uma visão comum e um pacto com Deus, elas são descritas como Ecclesia ou congregação. Em Hebraico a palavra usada foi: עדה eda

Se o Antigo e Novo Testamento fossem escritos na mesma língua esse conceito não teria se perdido. Isso nos daria uma noção de continuidade. Desde a  primeira leitura,  ficaria claro que a Igreja foi iniciada no Sinai e que é um conceito antigo do Judaísmo. Ensinaríamos a nossos filhos que a Igreja começou no Sinai.

Para finalizar, proponho um exercício para começarmos a desfazer esse equívoco tão fortemente formatado em nossa mente.

Proponho lermos o Antigo Testamento, substituindo a palavra congregação pela tradução grega:  ecclesia, ou seja, Igreja, assim como os sábios judeus o fizeram quando da *Septuaginta.

× Como posso te ajudar?